segunda-feira, 1 de outubro de 2012

Escritora de Gaveta - Say all I need


Te encontrar na minha livraria preferida pareceu coisa do destino. Logo você, que nunca gostou de ler.
Foi visível o nosso constrangimento e falta de jeito. Mas bastou você me olhar, com esses olhos azul-da-cor-do-mar que pronto, me nasceu um sorriso bobo e o clima melhorou.
O resto foi de praxe. Parecia script de algum autor mal-sucedido de Hollywood.
Você me perguntou como eu estava e eu sorri, dizendo que as coisas continuavam as mesma. Mesmo trabalho, mesma escola, mesmos amigos e você, fazendo a mesma falta. Mas disse em voz baixa.
Te perguntei como estava a vida, você sorriu e disse que estava animado com o novo curso da faculdade, com o novo estagio e com o novo apartamento. Riu e me disse que a vida enfim estava sendo justa com você.
Pude ver que tinha mais, algo mais. Alguém.
Tentei disfarçar, mas você me conhece bem demais.
Não fiz por mal, acredite. 
"Talvez esse sempre foi o plano do destino, sua felicidade não combina com a minha, talvez seja essa a resposta: você fica feliz daí e eu daqui, nenhum de nós interferindo na vida do outro. Tentamos uma, duas, três e assim fomos, até cada um se auto destruir. Não dá mais, nada mais faz sentido quando estamos juntos. Sumi de vez. Mil desculpas, mas não dava mais. Fique feliz aí, não te procurarei mais. Talvez esse fosse nosso destino... eu e você, não ''nós''."


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...