quarta-feira, 30 de maio de 2012

Não foi amor a primeira vista

Nossos olhos se encontraram e por longos minutos, ou nem tão longos assim, eu senti sensações desconhecidas me invadirem e você também sentiu, eu sei. Mas, que fique claro: não foi amor a primeira vista. Até porque, eu já te conhecia - pela boca dos outros, mas conhecia. E a tua "fama", não era algo que me agradasse ou fosse me chamar à atenção, se não viesse acompanhada de um par de olhos castanhos profundos e intensos, de um sorriso encantador, de uma voz linda e de uma simpatia que eu não poderia imaginar. Mesmo com tudo isso, não foi amor a primeira vista.
Talvez tenhamos nos encantado um pelo outro e acabamos por ficar "balançados", mas ainda não era amor, só pra deixar claro. Não era, mas se tornou. Tronou-se amor, a partir do momento em que você enfrentou todas as barreiras que eu havia criado para que chegassem perto de mim, somente até onde eu achasse seguro e eu, comecei a te olhar de uma forma que ninguém havia te olhado. Tornou-se amor, a partir do momento em que mesmo você sabendo que eu era complicada e difícil de lidar, não desistiu e eu, te mostrei que era possível sim confiar em alguém. Tornou-se amor, a partir do momento em que meu sorriso passou a ser motivo do teu, e o teu sorriso motivo do meu. Tornou-se amor, a partir do momento em que nossas mãos entrelaçaram e decidimos trilhar um caminho juntos, mesmo sabendo que o futuro era incerto e que nada poderia sair como o esperado. Tornou-se amor, a partir do momento em que a preocupação, a proteção, o cuidado e os carinhos aumentaram e se tornaram fundamentais. Tornou-se amor, porque tudo que procurávamos em outras pessoas e acabávamos por não encontrar ou encontrávamos pela "metade", encontramos um no outro na medida certa. Tornou-se amor, a partir do momento em que tocamos fundo um no outro. Tornou-se amor, a partir do momento em que tivemos coragem para acreditar que uma única pessoa, era capaz de nos fazer completamente feliz. 
E assim, acabamos por descobrir o que aquelas quatro letras, que antes não pareciam tão fortes, verdadeiras e incríveis queriam dizer... Descobrimos que a-m-o-r faz sorrir, mesmo quando se quer chorar, que faz abraçar, mesmo quando se está no meio de uma discussão, que faz ficar perto, mesmo quando tudo "manda" ir pra longe, que faz um bem enorme e palavra nenhuma é capaz de descrever e explicar.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...